Páscoa


O jovem pai preocupado segura a preciosa bacia enquanto seu filho se esforça para chegar ao ponto mais alto da porta… O pincel caseiro feito de um determinado tipo de arbusto… O sangue de um cordeiro, que havia sido morto pouco antes do pôr do sol e o seu sangue coletado na bacia, para ser passado no umbral da porta, conforme a instrução...

Todas as perguntas de "Por quê?" de seus doces filhos ficam sem resposta. Ele não pode nem se dar ao luxo de fazer essas perguntas. “Tudo isso é por obediência! Temos que obedecer à voz da autoridade. Que o Deus do Céu nos olhe e tenha piedade de nós!” É tudo que ele consegue dizer…

À distância, os sons de gritos começam a encher o ar. Esta família, junto com alguns de seus vizinhos mais próximos, acolhem em sua casa. Eles devem comer a refeição de pé… Eles devem se abrigar no lugar, não sair de casa… Eles tem que ficar calçados. A lua cheia brilha sobre uma cena aterrorizante… É meia-noite…

Essa velha história foi passada adiante por judeus e cristãos através das gerações da humanidade. Eles estão se preparando para celebrá-la em apenas alguns dias. É a Páscoa.[1] A história ficou famosa em nossa geração pelo filme “Os Dez Mandamentos”.

Uma história tão surpreendente da Bíblia chamou a atenção dos produtores de cinema. Eles pensaram que seria um grande gerador de dinheiro, e estavam certos. Acabou sendo um dos dez filmes mais populares de todos os tempos, tanto pelo muito dinheiro que gerou para os produtores, como também em relação ao número de pessoas que assistiram. Por que as pessoas estavam tão interessadas nessa história? Tornou-se algo que muitas pessoas assistem, como se fosse um ritual, a cada primavera.

O filme retratou vividamente aquela noite fatídica, para que mesmo as pessoas que nunca leram a Bíblia estejam familiarizadas com a história. Era a noite em que o “Anjo da Morte” passou sobre a terra, com uma praga horrível, levando milhares de pessoas à morte.

Mas o milagre é que ele não levou a vida de pessoas que eram obedientes ao profeta de Deus, que lhes dissera exatamente o que fazer para se proteger da praga. Se eles obedecessem, o anjo da morte passaria sobre eles, e então eles seriam libertados da escravidão… É por isso que o nome original da festa que hoje chamam de Páscoa é na verdade “Pêssach”, que em hebraico significa “Passagem por Cima”.

Depois que o milagre aconteceu, deixando o povo de Deus ileso pelo Anjo da Morte, houve o grande e famoso “Êxodo”, no qual eles saíram em liberdade para a Terra Prometida! Depois disso, Deus ordenou que seu povo se lembrasse sempre desse evento, todos os anos, na primeira lua cheia da primavera,[2] com um grande festival chamado Páscoa. Eles nunca esqueceriam como o Deus deles os salvara por causa da obediência às diretrizes dele.

Para estarem seguros, eles devem ficar em casa: “Fiquem em suas casa! Não vá lá fora!” Isso soa familiar? A morte atingiu todo o país com uma praga para a qual não havia cura. Isso soa familiar? Você não pegaria desesperadamente o pincel e passaria o sangue na porta da sua casa, se esse fosse o remédio para essa terrível praga?

Referências

  1. ^ O nome original desta festa, em hebraico, é “Pêssach”, que significa “passagem por cima”.
  2. ^ Seria primavera no hemisfério norte, enquanto aqui no Brasil, isso ocorre no início do outono. É só pensar como não faz sentido nosso Natal, com imagens de neve e trenó de renas bem no auge do verão. Nossa cultura judaico-cristã foi estabelecida no Hemisfério Norte. Lembre-se disso.

Leia Mais:

O Nome "Yahshua"

"Yahshua" é o nome hebraico do Filho de Deus. Foi assim que o pai dele, Yocêf (José) e a mãe dele, Míriam (Maria), chamou-o quando Ele nasceu, como está escrito em Lucas 1:31 e Mateus 1:21. O rodapé de Mateus 1:21 no Novo Testamento NVI diz o seguinte:...

Leia Mais

A Vida Radical De Atos 2:44

Oprimir - Governar ou reger com imposições cruéis, injustas e restrições irrazoáveis, exercer autoridade dura e má, silenciando e reprimindo o clamor do coração humano.Vivemos em uma época de opressão - física, emocional, mental e espiritual....

Leia Mais

Uma Confederação de Doze Tribos - Um Manifesto

O Novo Israel,[1] ou seja, os Novos Filhos de Jacó,[2] é uma aliança de doze tribos. [3]Josué 24 mostra as doze tribos do velho Israel acolhidas por uma última...

Leia Mais

A Páscoa: Uma Questão de Vida ou Morte!

De onde eu vim, a Páscoa era uma festa repleta de variados símbolos misturados, onde o coelho, os ovos de chocolate, os doces e presentes se combinavam com o cordeiro, a morte, a paixão,...

Leia Mais