Quem Vai Fazer o Papel... ?


No palco, existem atores com partes a serem desempenhadas,
Existem cenas com sinais e prodígios exibidos.
Cada parte tem seu propósito na mensagem transmitida.
Todos devem fazer sua parte.
As luzes diminuem para o enredo se desenrolar,
Pois chegou a hora da estória ser contada.
Se o elenco estiver ausente, as partes não serão desempenhadas;
Todos devem estar presentes, para o “fim” ser encenado.
O mundo está reunido como uma plateia para saber,
O nome desta mulher vestida de púrpura. Quem é ela?
O elenco e a plateia, estão em suspense, com corações batendo forte,
Perceberão eles o que o Diretor sabia desde o início?
Pois a enganadora será exposta no fim desta época.
Qual é o nome dela?
Quem fará este papel?

 

Quem é a mulher enganadora do tempo do fim, sobre a qual está escrito no Livro do Apocalipse? Ela é julgada como prostituta. Ela reina sobre os reis da terra. Quem é ela? Qual é o seu nome?

Ela é mencionada quarenta e duas vezes nos capítulos 17 a 19 do Livro de Apocalipse. Apocalipse 17:15 - descreve-a como uma prostituta. Apocalipse 17:3 se refere a ela como uma mulher sentada em uma besta escarlate. O verso 18 a chama de: “a mulher que reina sobre os reis da terra”. Ela,... Mulher,... Prostituta... Quem é ela? E qual é o seu nome?

Ela tem sua parte no fim desta época. Como uma prostituta, ela tem um propósito e uma mensagem para proclamar. Ela é chamada “A Grande Babilônia”, e sua história e raízes precisam ser conhecidas, para que Seu povo possa sair dela, e não compartilhar de suas pragas. Então... Quem é ela? E qual é o nome dela?

Exatamente como em uma peça teatral, onde todas as partes são necessárias para que a história seja contada, existem papéis proféticos nas Escrituras que devem ser cumpridos antes que possa vir o fim. Ambos: o bem e o mal devem desempenhar os papéis que eles escolheram, para que o roteiro e vontade do Grande Diretor, o Deus dos Céus, sejam cumpridos nesta Terra. Pois de fato, ela, a Prostituta, a Grande Babilônia, tem um propósito: apresentar um falso messias para o mundo. Você sabe o nome dela?

Ela não foi sempre assim. Ela começou como uma virgem pura, sem mancha e limpa, prometida para o seu único marido. Ela era a luz para o mundo, uma cidade edificada sobre um monte. Ela não vivia mais para si mesma, mas por Ele que por ela morreu e ressuscitou. Ela era bela e radiante. Ela estava prometida para ser a noiva de Apocalipse 19:7-8; a verdadeira noiva de Messias.

Mas ela mudou! Ela se tornou uma mulher diferente! Aquela que uma vez foi a virgem pura de 2 Coríntios 11:2 foi seduzida e então fornicou com outro espírito, um outro “Jesus”, e concebeu por completo outra religião. Em sua fornicação, ela contraiu uma doença mortal: outro espírito, outro salvador, outro evangelho. Ela se tornou uma prostituta, e começou a desempenhar um novo propósito dado a ela pelo maligno: apresentar um falso messias para o mundo.

O zelo que tenho por vocês é um zelo que vem de Deus. Eu os prometi a um único marido, Cristo, querendo apresentá-los a ele como uma virgem pura. O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo.  (2 Coríntios 11:2-3).

Paulo (o apóstolo) os advertiu que através de engano, uma alteração estava acontecendo neles pela astúcia da serpente. Eles estavam sendo modificados e se tornando uma “mulher” diferente, uma noiva falsa, deixando para trás sua simples e sincera devoção à Messias. Eles estavam se tornando a feitura de Satanás, o qual desejava apresentar um falso messias através deles. Tristemente, os Coríntios foram corrompidos por sua passividade em tolerar isto!

Pois, se alguém lhes vem pregando um Yahshua que não é aquele que pregamos, ou se vocês acolhem um espírito diferente do que acolheram ou um evangelho diferente do que aceitaram, vocês o suportam facilmente. 2 Coríntios 11:4)

Aquele foi o momento na história em que a falsa noiva foi concebida, que logo nasceria através da queda da primeira igreja. Agora, 1.900 anos depois, devemos entender e perceber aquilo que ela se tornou, para que não participemos de suas pragas. Qual é o nome dela?

Entra no palco pela esquerda:

A mulher vestida de púrpura, a Prostituta, a Mãe das Prostitutas e das Abominações da Terra, Mistério, a Grande Babilônia.

A plateia e o elenco estão reunidos para perceber o que o Grande Diretor sabia desde o princípio.

As luzes diminuem para a história ser contada.

Chegou a hora do "fim de todas as coisas" se desenrolar.

A Grande Prostituta deve desempenhar sua parte. Ela deve cumprir o seu propósito. Ela deve apresentar um falso messias para o mundo, pois está escrito no roteiro de Deus, e ela suspira e deseja ardentemente desempenhar o seu papel, fazer sua parte. Mas quem é esta mulher de Apocalipse 17? Qual é o seu nome?

Apocalipse 17:4 – Ela é o sistema religioso que cometeu fornicação com os reis da Terra, com aqueles que não eram seu noivo. Nos últimos 1.900 anos, seus líderes religiosos subiram ao poder para influenciar e controlar os reis da terra através de sua história manchada de sangue, através do casamento da igreja com o estado. Ela é aquela que deu início às Cruzadas com violência brutal e cruel. Ela é aquela que inspirou as Inquisições, tortura e terror. Foi ela que queimou seus hereges na estaca, e lançou fora todos que falaram a verdade para ela. “Nela foi encontrado o sangue dos profetas e santos, e de todos os que foram assassinados de maneira violenta na terra,” de acordo com Apocalipse 18:4. Em seu fraudulento desejo ardente por poder, ela se elevou ao lugar de luxúria nas costas da Besta, o governo do sistema mundial. Ela se tornou uma habitação de demônios. Você sabe o nome dela?

 E ele bradou com voz poderosa: "Caiu! Caiu a grande Babilônia! Ela se tornou habitação de demônios e antro de todo espírito imundo antro de toda ave impura e detestável, (Apocalipse 18:2)

“Se tornou” indica transição. Aquela que antes era a virgem prometida havia agora perdido sua pureza, e havia se transfigurado em uma forma diferente, uma mudança da aparência externa devido à corrupção interna. Ela se tornou a Prostituta, o falso sistema religioso que apresenta um falso messias para o mundo espectador. Este é o propósito dela e sua parte. De acordo com Apocalipse 17:15, ela se assenta sobre muitas águas, que são “pessoas, multidões, nações, e línguas”. Estas multidões “nela” são os muitos que estão no caminho largo que leva à destruição. Pois o caminho que leva para a vida é estreito e poucos são os que o encontram.

Venha, eu te mostrarei o julgamento da Grande Prostituta!

Um dos sete anjos que tinham as sete taças aproximou-se e me disse: "Venha, eu lhe mostrarei o julgamento da grande prostituta que está sentada sobre muitas águas,  (Apocalipse 17:1)

Luzes diminuem para o desenrolar da estória.

A história da Prostituta já foi contada.

Aproximem-se para que todo o mundo possa ver,

Qual será o julgamento de Deus para a Grande Prostituta.

A voz alta de Apocalipse 18:2, clamou fortemente expondo a verdade sobre a prostituta. Fez conhecida a história dela e como ela nasceu. Por que ela é como é? Este entendimento sobre ela é dirigido e assimilado entre aqueles que tem apetite para sua mensagem, para aqueles que ainda estão na Prostituta. É um clamor para que o Seu povo saia dela e não participe de suas pragas, que estão por vir. Pois os pecados dela se amontoaram até os céus. “Sai dela povo Meu!” Esta voz chama as ovelhas para fora dela e para dentro de lares, para habitações onde o Seu único Espírito reina em amor. Eles são chamados para fora da Prostituta e para dentro da pura e imaculada Noiva de Messias, que vive como em Atos 2:44.

Então ouvi outra voz do céu que dizia: "Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam! Pois os pecados da Babilônia acumularam-se até o céu, e Deus se lembrou dos seus crimes.  (Apocalipse 18:4-5)

O tempo do fim chegou. O roteiro de Deus deve ser cumprido. As partes devem ser desempenhadas, pois a Prostituta cumprirá o propósito que ela tanto anseia. Quem é esta “mulher” que está próxima a ser destruída? Qual é o nome dela?

Retribuam-lhe na mesma moeda; paguem-lhe em dobro pelo que fez; misturem para ela uma porção dupla no seu próprio cálice. Façam-lhe sofrer tanto tormento e tanta aflição como a glória e o luxo a que ela se entregou. Em seu coração ela se vangloriava: ‘Estou sentada como rainha; não sou viúva e jamais terei tristeza’.  (Apocalipse 18:6-7)

Oh destruição! Em um momento, o julgamento da Prostituta chegou. Fujam dela! Não participe de seus adultérios! Pois a Grande Prostituta foi julgada. Misturem uma porção dupla para ela da ira de Deus, a qual caiu sobre ela. O tempo dela chegou ao fim. Sua parte já está feita. O fim dela agora será de acordo com suas obras. Ela será queimada em uma hora!

Por isso num só dia as suas pragas a alcançarão: morte, tristeza e fome, e o fogo a consumirá, pois poderoso é o Senhor Deus que a julga. (Apocalipse 18:8)

Amedrontados por causa do tormento dela, ficarão de longe e gritarão: ‘Ai! A grande cidade! Babilônia, cidade poderosa! Em apenas uma hora chegou a sua condenação! ’  (Apocalipse 18:10)

O mundo espectador observa atemorizado. A plateia, com terror, não se aproximaria. Eles ficaram a distância por medo do tormento dela dizendo: “Ai!” Oh, ela que sentava em luxúria! Ela que reinava sobre os reis da terra. Ela que nos enriqueceu com o seu comércio e riqueza das almas dos homens. Todos vocês que enriqueceram através dela, choram e lamentam! Pois a luxúria dela e riqueza chegaram ao fim. Em uma hora seu julgamento chegou e seu julgamento é certo. A fumaça do tormento dela sobe para sempre e sempre.

pois verdadeiros e justos são os seus juízos. Ele condenou a grande prostituta que corrompia a terra com a sua prostituição. Ele cobrou dela o sangue dos seus servos". E mais uma vez a multidão exclamou: "Aleluia! A fumaça que dela vem, sobe para todo o sempre".  (Apocalipse 19:2-3)

“Portanto com violência a grande cidade Babilônia será lançada por terra, e não mais será encontrada,” proclama poderosamente o anjo em Apocalipse 18:21. Oh! A mulher de púrpura! Quem era como ela? A Grande Prostituta, a Mãe das Prostitutas e Abominações da Terra, Mistério, a Grande Babilônia. Através de sua feitiçaria, todas as nações foram enganadas (Apocalipse 18:23).

Oh, como a poderosa caiu!

Mas a pergunta permanece, e ainda está para ser revelada. Quem é ela? E qual é o seu nome? Quem mais poderia ser se não “ela” aquela que engana. O nome dela: Cristianismo.

 

Leia Mais:

Por Que Existem 45.000 Denominações Cristãs?

De acordo com um relatório publicado pelo Centro de Estudo do Cristianismo Global, no Seminário Teológico Gordon-Conwell, em meados de 2015 havia mais de 45.000 denominações...

Leia Mais

O Propósito do Cristianismo

Talvez você seja como eu. Sou um homem simples. Não consigo envolver minha mente e coração em torno de algo que não consigo ver com meus próprios olhos. Sei que não devo julgar, mais se eu for convidado...

Leia Mais