Qual é a Diferença Entre um Cristão Normal e um Discípulo Normal?


Eu cresci em uma família cristã e, sendo assim, com certeza ia para a igreja todo Domingo. Mas foi apenas em um certo ponto da minha juventude que comecei de fato a ler a Bíblia e me tornei pessoalmente interessado no que ela dizia. A vida vibrante de Atos 2&4 parecia tão maravilhosa para mim, mas ao mesmo tempo tão distante e diferente da minha vida como cristão. No livro de Atos, é falado que todos os discípulos estavam juntos todos os dias, compartilhando todas as coisas em comum e que abundante graça estava sobre todos eles. Os cristãos se juntam, em grande parte, somente uma vez por semana, compartilhando, supostamente, 10% do seu dinheiro. E sobre a abundante graça... bem, às vezes eu questionava se Deus ainda estava conosco.

Eu considerei, como muitos outros, se seria possível viver como todos aqueles primeiros discípulos. Mas será que isso era de fato uma opção? Será que era dado verdadeiramente a cada um escolher se queria ou não viver dessa forma? Apesar de que poucos grupos viviam em comunidade, praticamente todos diziam: “Ah, isso foi naquele tempo”, e todos concordavam com o fato de que dar todas as suas possessões não é algo requerido.

O que é requerido de uma pessoa para se tornar um cristão? Será que é diferente do que era requerido para ser um discípulo “naquele tempo”? Vamos comparar dois grupos de pessoas para encontrar as diferenças entre elas. Um grupo é o de cristãos normais: um membro típico ou comum do cristianismo no século XXI – “agora”. O outro grupo é o de "discípulos normais": um membro típico ou comum da igreja do primeiro século - “aquele tempo”. A nossa comparação não inclui os cristãos dos últimos 1.900 anos, mas já que quero saber, nos dias de hoje, se a vida de Atos 2&4 era apenas para “aqueles dias”, vamos dar uma olhada nas duas pontas da linha do tempo – cristãos normais nos dias de hoje e discípulos normais daquele tempo.

Paulo escreveu para Timóteo, para ele ser um “bom soldado” - uma das muitas metáforas que ele usou para descrever um discípulo normal.

Nenhum soldado se deixa envolver pelos negócios da vida civil, já que deseja agradar aquele que o alistou. Semelhantemente, nenhum atleta é coroado como vencedor, se não competir de acordo com as regras. O lavrador que trabalha arduamente deve ser o primeiro a participar dos frutos da colheita. Reflita no que estou dizendo, pois o Senhor lhe dará entendimento em tudo. (2 Tim 2: 4-7).[1]

Um soldado não se envolve nos negócios de uma vida civil. Um atleta compete de acordo com as regras. Um agricultor trabalha duro e participa da colheita. A vida diária deles mostra quem eles realmente são. Cada uma destas pessoas está perseguindo um alvo específico, de todo coração, e pode racionalmente esperar uma recompensa futura.

Um soldado agrada a autoridade que está sobre ele, sendo promovido e ganhando medalhas pelos seus feitos. Um atleta ganha a coroa da vitória. Um lavrador ganha uma colheita abundante. Cada estilo de vida nos mostra quem é quem e o que cada um deles está buscando.

Um discípulo normal abandona tudo. Aparentemente Lucas 14:33 se aplica a discípulos, mas não a cristãos.[2] Naquele tempo, Pedro teve que deixar suas redes para trás para poder seguir o Filho de Deus. Ele foi e deixou seu pai e seu modo de vida para trás.[3] Naquele tempo, Barnabé vendeu sua terra e colocou tudo o que ele tinha aos pés dos apóstolos.[4] Naquele tempo, foi dito ao jovem rico que deixasse tudo o que ele tinha, mas ele se recusou.[5] O jovem rico foi qualificado para ser um cristão, mas não para ser um discípulo!

Um cristão normal é apegado a sua vida neste mundo. Em 2015, um estudo mostrou que os cristãos possuem 55% dos bens do mundo,[6] o qual não é de se surpreender, considerando quantos eles são.[7] Alguns pastores bem conhecidos vivem em mansões de milhões de dólares e têm seus aviões particulares. De fato, muitos cristãos são milionários. Certamente, nem todos os cristãos são extremamente ricos, mas é “comum e típico” para os cristãos manterem seus bens. Um cristão normal segura seus bens neste mundo.

Um discípulo normal está debaixo de autoridade, a qual o mantém no caminho estreito. Mateus 8:5-10 diz como um soldado está sob autoridade, sem tempo para “zanzar” por aí. Um atleta, recebe ordens de seu treinador. Da mesma maneira, um discípulo normal está sempre debaixo de autoridade.

Quem me serve precisa seguir-me; e, onde estou, o meu servo também estará. Aquele que me serve, meu Pai o honrará. (João 12:25,26)

Os discípulos normais de Atos 2 não viviam suas vidas separadamente. Eles não “iam para a Igreja” uma ou duas vezes por semana, mas ao invés disso, “todos os dias eles continuavam a se reunir”, e todos os dias eles “comiam suas refeições juntos, com alegria e sinceridade de coração”.[8] Não era como no livro de Juízes, quando não havia rei na terra e todos faziam o que era certo aos seus próprios olhos.[9] Havia autoridade apostólica, corrigindo e direcionando todos os discípulos normais.[10] Em contraste, cristãos normais se consideram livres para decidir qual trabalho eles vão fazer, onde eles vão viver e o que eles vão fazer com seu tempo, dinheiro e qual igreja eles vão frequentar em algum dia da semana.

Um discípulo normal vive uma vida de obediência. Esta era a Grande Comissão: “Ide e fazei discípulos… ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado”. [11] Todo discípulo normal foi ensinado a conhecer e obedecer os mandamentos do Mestre.

Para seguir Yahshua, você tem que odiar sua vida neste mundo, odiando tudo o que te causa segurar sua velha vida, seu próprio trabalho, seus estilos de roupa, hábitos e até mesmo sua própria cultura. Se você diz que é um discípulo de Yahshua, mas não obedece seus mandamentos, você é um mentiroso.[12] Yahshua só é o salvador daqueles que o obedecem[13] e o Espírito Santo só é dado àqueles que O obedecem.[14]

Uma pessoa quase não consegue ver a diferença entre um cristão normal e um “descrente”. Cristãos normais são encontrados em praticamente todo tipo de ocupação – na política, no exército, no “show bussiness”, nos esportes, e assim por diante. Cristãos normais usam as mesmas roupas, o mesmo estilo de cabelo, veem os mesmos filmes, assistem o mesmo jogo de futebol, ouvem as mesmas músicas, leem os mesmos livros que o resto do mundo. Eles podem até mesmo tentar “ser pessoas boas” mas os mandamentos nem sequer são vistos como alcançáveis e eles frequentemente elaboram justificativas para não praticá-los.

Sendo assim, há uma diferença marcante entre um cristão normal e um discípulo normal. Não é fácil ser um discípulo normal – ou um lavrador, um atleta ou um soldado. Não é fácil, mas é possível. Requer uma escolha. Requer devoção para viver esse tipo de vida. Requer esforço na direção de um alvo. Somente assim o lavrador, o atleta, o soldado e o discípulo normal receberão sua tão buscada recompensa.

Se for de qualquer outra forma, as Escrituras são irrelevantes.

Referências

  1. ^ Veja também 2 Pedro 2:20-22 and 1 Coríntios 9:25-27.
  2. ^  Lucas 14:33 — “Da mesma forma, qualquer de vocês que não renunciar a tudo o que possui não pode ser meu discípulo.”
  3. ^ Mateus 4:21-22 — “Indo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Eles estavam num barco com seu pai, Zebedeu, preparando as suas redes. Jesus os chamou, e eles, deixando imediatamente seu pai e o barco, o seguiram.”
  4. ^ Atos 4:36-37 — “José, um levita de Chipre a quem os apóstolos deram o nome de Barnabé, que significa “encorajador”,  vendeu um campo que possuía, trouxe o dinheiro e o colocou aos pés dos apóstolos.”
  5. ^ Marcos 10:21-22 — “Jesus olhou para ele e o amou. “Falta-lhe uma coisa”, disse ele. “Vá, venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me.” Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas.” (A história começa no versículo 17)
  6. ^ http://www.deccanherald.com/content/453467/christians-hold-largest-percentage-global.html
  7. ^ Aproximadamente um terço da população global diz ser cristão.
  8. ^ Atos 2:46-47 – Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos.
  9. ^ Juízes 17:6 – Naquela época não havia rei em Israel; cada um fazia o que lhe parecia certo.
  10. ^ 2 Coríntios 13:10 – Por isso escrevo estas coisas estando ausente, para que, quando eu for, não precise ser rigoroso no uso da autoridade que o Senhor me deu para edificá-los, e não para destruí-los.
  11. ^ Mateus 28:19-20 – Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.
  12. ^ 1 João 2:4 – Aquele que diz: “Eu o conheço”, mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele.
  13. ^ Hebreus 5:9 – e, uma vez aperfeiçoado, tornou-se a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem
  14. ^ Atos 5:32 – Nós somos testemunhas destas coisas, bem como o Espírito Santo, que Deus concedeu aos que lhe obedecem”.

Leia Mais:

Quem Vai Fazer o Papel... ?

No palco, existem atores com partes a serem desempenhadas, Existem cenas com sinais e prodígios exibidos. Cada parte tem seu propósito na mensagem transmitida. Todos devem fazer sua parte. As luzes diminuem para o enredo se desenrolar, Pois...

Leia Mais

Por Que Existem 45.000 Denominações Cristãs?

De acordo com um relatório publicado pelo Centro de Estudo do Cristianismo Global, no Seminário Teológico Gordon-Conwell, em meados de 2015 havia mais de 45.000 denominações...

Leia Mais

O Propósito do Cristianismo

Talvez você seja como eu. Sou um homem simples. Não consigo envolver minha mente e coração em torno de algo que não consigo ver com meus próprios olhos. Sei que não devo julgar, mais se eu for convidado...

Leia Mais