O Propósito do Cristianismo


Talvez você seja como eu. Sou um homem simples. Não consigo envolver minha mente e coração em torno de algo que não consigo ver com meus próprios olhos. Sei que não devo julgar, mais se eu for convidado a confiar em sua mensagem, vou precisar dar uma boa estudada nela, e talvez faça algumas perguntas difíceis de responder.

Aprendi desde minha infância que tudo tem um propósito, e que existe um tempo para tudo embaixo dos céus[1]. Este conhecimento me ajudou a manter os meus pés no chão, enquanto tento compreender a vida nesta terra, e meu papel nela. Se eu for me devotar a algo, preciso primeiro entender o seu propósito, e se tem a ver com o propósito para o qual eu fui criado. Então, minha pergunta é essa: Qual é o propósito do Cristianismo?

Papai sempre chamou a Bíblia de “O Bom Livro”. Ele me disse que se eu colocasse minha confiança na Palavra de Deus eu nunca seria desapontado. Mas muita coisa que eu vi nas igrejas parece contradizer com o que eu leio na Bíblia. Por isso, decidi estudar o propósito da igreja de acordo com a palavra de Deus, para poder entender o propósito do Cristianismo. Aqui está o que encontrei:

1. Amar Uns aos Outros

"Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros". (João 13:34-35)

Aqueles que fazem parte da Igreja são comandados pelo próprio Cristo a amar uns aos outros da mesma maneira que Ele amou os seus discípulos, para que o mundo inteiro soubesse que são Seus discípulos. Gosto disto porque é algo que todos devem ser capazes de ver e de entender. Sendo o amor difícil de definir, fiquei feliz de encontrar uma outra passagem que esclarece ainda mais esse assunto e deixa a questão muito clara.

Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos. (1 João 3:16.)

Portanto entendo que da mesma maneira que Ele negou a Si mesmo para viver por Seus discípulos, os que creem nEle devem negar a si mesmos para viver pelos irmãos em Cristo[2]. Este tipo de amor sacrificial será uma clara evidencia daqueles que verdadeiramente seguem a Ele. Em um dos versículos anteriores, também diz que este tipo de amor confirmará que eles já “passaram da morte para vida.”

Sabemos que passamos da morte para vida porque amamos nossos irmãos. Quem não ama permanece na morte. (1 João 3:14)

2. Expressar a Unidade no Espírito

 “Não peço apenas por estes, mas também por aqueles que crerão em mim por meio da mensagem deles;  para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.  Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste. (João 17:20-23)

Jesus orou para que todos aqueles que cressem nele recebessem a mesma glória que ele tinha recebido do Pai, para que eles fossem um, tendo a mesma unidade que ele compartilhava com o Pai. O propósito de receberem esta glória interna, expressa pela sua unidade e amor externo, seria para persuadir o mundo de que o Pai enviou seu Filho, e que Ele ama o mundo, como amou o seu próprio filho unigênito.

De acordo com outras passagens bíblicas, esta unidade era algo que tinha que ser guardada acima de tudo pelos seus seguidores.

...esforçando-se para guardar a unidade no Espírito pelo vínculo da paz, pois há um só Corpo e um só Espírito, assim como vocês foram chamados em uma só esperança: um Mestre, uma fé, um batismo, um Deus e um Pai de todos, que está acima de todos, através de tudo em todos. (Efésios 4:3-6)

Irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo suplico a todos vocês que concordem uns com os outros no que falam, para que não haja divisões entre vocês, e, sim, que todos estejam unidos num só pensamento e num só parecer.
(1 Coríntios 1:10)

3. Ser a Nação Santa e o Sacerdócio Real

Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam. (I Pedro 2;9-10)

De acordo com o Apóstolo Pedro, a Igreja da Nova Aliança é chamada para ser uma Nação Santa – um sacerdócio real, constituído por aqueles que outrora não eram Seu povo, mas através do sangue de Cristo foram enxertados em Seu povo, assim como o apóstolo Paulo diz em Efésios 2:12-13.

Naquela época vocês estavam sem Cristo, separados da comunidade de Israel, sendo estrangeiros quanto às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vocês, que antes estavam longe, foram aproximados mediante o sangue de Cristo. (Efésios 2:12-13)

Seu grande propósito será cumprir o mandamento que foi falado por Deus à Moisés, e que o velho Israel falhou em obedecer.

“‘Agora, se me obedecerem fielmente e guardarem a minha aliança, vocês serão o meu tesouro pessoal dentre todas as nações. Embora toda a terra seja minha, vocês serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.’ Essas são as palavras que você dirá aos israelitas.” (Êxodo 19:5-6)

Depois da famosa “Festa do Bezerro de Ouro” aos pés do Monte Sinai, todas as tribos de Israel foram desqualificadas de serem parte do sacerdócio, exceto a tribo de Levi, que se qualificou através de um radical processo de santificação neste dia[3].

Mesmo que Israel fosse ser um sacerdócio real, nação santa, onde todas as pessoas em qualquer tribo fosse parte do sacerdócio, tal propósito só seria cumprido na Nova Aliança, isto foi profetizado pelo profeta Jeremias:

“Vejam, dias virão,” diz Yahweh dos Exércitos, “em que eu farei uma Nova Aliança com a casa de Israel e a casa de Judá – não como a que eu fiz com os seus pais nos dias em que eu os peguei pelas mãos para guiá-los para fora das terras do Egito, Minha aliança que eles quebraram, mesmo que eu fui um marido pra eles.”

“Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz Yahweh: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei a Yahweh; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz Yahweh; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.” (Jeremias 31:31-34)

4. Produzir o Fruto do Reino

Portanto, eu vos digo que o reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação que dê os seus frutos. (Mateus 21:43)

Era pra Israel “produzir o fruto” do Reinado de Deus de tal maneira que traria glória e honra para Ele aos olhos de todas as nações, mais eles falharam em produzir tal fruto, e este trabalho ficou para outra nação, isto é, o Israel espiritual de Messias[4].

Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos. (João 15:8)

Este “fruto” seria a manifestação da vida de Deus – Seu Espírito em Seu povo – amor, unidade e obediência aos seus mandamentos, os quais trarão Suas bênçãos sob  a nação. Conhece-se a árvore pelo fruto, e a Igreja glorificará a fonte pelas suas obras.

“Considerem: Uma árvore boa dá fruto bom, e uma árvore ruim dá fruto ruim, pois uma árvore é conhecida por seu fruto. (Mateus 12:33)

5. Proclamar o Evangelho como um Testemunho

E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. (Mateus 24:14)

Esta é uma das grandes profecias sobre o propósito da igreja nos últimos dias, que levaria as Boas Novas do Reino para todo o mundo como um testemunho palpável, que se pode viver, uma demonstração tangível de Seu poder para salvar seu povo de seus pecados[5].

Espantosamente as palavras de Cristo nos conectam às profecias antigas de Isaías sobre a restauração das Doze Tribos espirituais e o seu verdadeiro propósito.

Disse mais: Pouco é que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó, e tornares a trazer os preservados de Israel; também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até à extremidade da terra. (Isaías 49:6)

6. Ser a Luz para as Nações

Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. (Mateus 5:14-16)

Parte do propósito que Deus tem para seu povo é de ser luz para todo o mundo, vivendo uma vida que glorificaria seu Pai no céu. O “vós” nestas passagens, indica um coletivo de pessoas; um indivíduo não poderá ser comparado a uma cidade. Cidades tem suas várias instalações e partes inter-relacionadas, cada uma com sua função particular, trabalhando juntas para o bem do todo, como um corpo. Portanto esta vida é algo que pode ser visto e isto trará iluminação profética, glorificando a Fonte da sua Luz.

7. Trazer Ofertas Puras

E os vossos olhos o verão, e direis: Yahweh seja engrandecido além dos termos de Israel (Malaquias 1:5)

Mas desde o nascente do sol até ao poente é grande entre os gentios o meu nome; e em todo o lugar se oferecerá ao meu nome incenso, e uma oferta pura; porque o meu nome é grande entre os gentios, diz Yahweh dos Exércitos.
(Malaquias 1:11)

Esta antiga profecia de Malaquias foi pronunciada no contexto de um Israel decadente, que estava sendo rejeitado pelos seus sacrifícios impuros. Esta passagem nos leva esperançosamente à restauração do Israel da Nova Aliança. O seu grande propósito será de oferecer ofertas puras. Uma expressão tangível para o mundo de Sua dignidade, trazendo honra e glória para o Pai e Seu Filho.

Ofertas e Sacrifícios prefigurados[6] na Velha Aliança, como um tipo dos quais serão cumpridos na Nova Aliança em um Novo e Vivo Caminho.

Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
(Hebreus 10:19-22)

8. Vencer Satanás

Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés. (Hebreus 10:12-13)

Cristo venceu todos os inimigos, inclusive Satanás e a Morte, e agora foi dado ao seu povo também vencer Seus inimigos, para que ele possa ser liberado para voltar à Terra e estabelecer Seu Reino na a próxima época. Isto é parte do grande propósito do povo de Deus, os quais nem Israel nem a Primeira Igreja cumpriram[7].

Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.
(Apocalipse 3:21)

Estes vencedores com tamanho amor e unidade são a representação da grande corrente que prenderá o Maligno no fim desta época, o que introduzirá uma nova época de paz.

E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. (Apocalipse 20:1-2)

9. Fazer as Boas Obras

Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. (Efésios 2:10)

...Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor. (Efésios 4:16)

Sua igreja funcionará como um corpo, com cada membro fazendo sua parte, trabalhando juntos para construir o corpo em amor, fazendo as boas obras que estavam pré-ordenadas para cada membro. Seu propósito particular dentro do propósito maior da Igreja é entendido e ordenado através do ministério dos dons mencionados em Efésios 4:11-13:

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo... (Efésios 4:11-13)

De acordo com o próprio Messias essas obras 66só podem ser feitas “enquanto é dia”, isto é, enquanto Ele estava na terra como pessoa (como a 2000 anos atrás) ou no Seu Verdadeiro Corpo de crentes*. Ninguém pode fazer tais obras à parte da revelação que vem através d’Ele vindo do Pai[8]. Se as palavras ditas não produzem as obras que constroem o Corpo em Amor, então essa luz é na verdade trevas[9], o anoitecer que viria sobre a terra, profetizado pelo próprio Messias.

Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. (João 9:4-5)

Seremos capazes de reconhecê-lo em seu povo quando vermos todos eles zelosamente funcionando em sinergia, esta que constrói o Corpo de Cristo aqui na terra.

O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.
(Tito 2:14)

Estas obras são as obras justas dos santos, as quais cumprem o supremo propósito, preparando Seu povo como uma noiva para reinar com Ele na próxima época, e para sempre:

Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. (Apocalipse 19:7-8)

Minhas Duras Perguntas

Então, considerando o que eu descobri no “Bom Livro” sobre o propósito de Deus para Sua Igreja, eu tenho umas duras perguntas para fazer em relação ao Cristianismo e seu propósito:

1. Onde está o amor abnegado entre cristãos que prova para o mundo que eles são Seus discípulos?

2. Onde está a unidade do Espírito dentre as 42.000 denominações do cristianismo, unidade que causa o mundo saber que o Pai enviou Seu Filho?

3. De que maneira o cristianismo pode ser considerado nação santa, ou sacerdócio real, ou (até mesmo) “a Comunidade de Israel”?

4. O “fruto” da “árvore” chamada cristianismo é o mesmo “fruto do reino”, e está produzindo mais fruto que o antigo Israel?

5. O fruto do cristianismo traz glória e honra para Deus, o Pai?

6. De que forma as igrejas do cristianismo estão apresentando o evangelho como demonstração visível de Seu poder salvador?

7. O cristianismo é o cumprimento da profecia que fala sobre uma nação de doze tribos, que surgiria nos últimos dias como a Noiva de Cristo?[10]

8. Como o cristianismo poderia de maneira justa ser comparado com uma cidade sobre o monte, a qual tem todas as partes trabalhando juntas para o bem comum?

9. Como o cristianismo está trazendo ofertas de justiça? Eles sequer entendem que os sacrifícios da Velha Aliança prefiguravam ofertas que seriam dadas na Nova Aliança de uma maneira nova e viva?

10. Como o cristianismo está engrandecendo o nome de Deus entre as nações?

11. O que aconteceu com todas as igrejas primitivas que foram chamadas a vencer, como diz em Apocalipse 2 e 3, e de que maneira os cristãos de hoje estão vencendo como Ele venceu? Aqueles que não vencem do mesmo modo que Ele venceu irão se sentar com Ele em Seu trono?

12. De que maneira os cristãos estão colocando os inimigos dEle como estrado de Seus pés para que Ele possa ser trazido de volta para a Terra?

13. A igreja cristã, como um corpo, é unida e ligada através de cada membro fazer as obras preparada para ele (ou ela), para a edificação do corpo em amor?

14. A "revelação" falada nas igrejas do cristianismo iluminam a vida pessoal de cada pessoa sobre quais são as boas obras? Comunica para cada pessoa o que ela deveria fazer durante sua vida para construir o Seu Corpo?

15. Existem apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e professores que têm autoridade para ajustar os santos para suas obras de serviço?

Se Não, e Agora?

Na medida em que eu considero estas coisas, parece para mim que as respostas para estas duras perguntas são óbvias para qualquer um. Mas se o cristianismo não está cumprindo o propósito claramente apontado na palavra de Deus para a Igreja, então qual é o propósito do cristianismo?

Algumas das respostas podem ser encontradas nas epístolas escritas para às igrejas do primeiro século na medida que elas se desviavam do seu propósito profético. Considere esta passagem em 2 Coríntios:

O zelo que tenho por vocês é um zelo que vem de Deus. Eu os prometi a um único marido, Cristo, querendo apresentá-los a ele como uma virgem pura.

O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo.

Pois, se alguém lhes vem pregando um Jesus que não é aquele que pregamos, ou se vocês acolhem um espírito diferente do que acolheram ou um evangelho diferente do que aceitaram, vocês o suportam facilmente. (2 Coríntios 11:2-4)

Até mesmo no primeiro século, a Igreja estava se desviando de sua pura devoção a Cristo, na medida que eles ficaram sujeitos à influência de um “outro Jesus”, um espírito diferente, o qual trouxe um evangelho diferente daquele que eles haviam recebido. Aquele que escreveu Hebreus alertou-os deste processo de desvio;

Por isso é preciso que prestemos maior atenção ao que temos ouvido, para que jamais nos desviemos. (Hebreus 2:1)

Haviam muitos alertas por todas as epístolas, revelando algumas das maneiras nas quais eles estavam se apartando da devoção que eles tinham no começo, quando o Espírito Santo veio com poder sobre eles em Jerusalém:

Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. (At 2:42-44)

Os alertas nas cartas de Paulo e João cresceram, culminando nas cartas no livro do Apocalipse e a carta de Tiago, as quais avisaram da morte completa da igreja;

Para a igreja em Éfeso:

Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar.  (Apocalipse 2:4-5)

Para a igreja em Pérgamo:

De igual modo você tem também os que se apegam aos ensinos dos nicolaítas. Portanto, arrependa-se! Se não, virei em breve até você e lutarei contra eles com a espada da minha boca. (Apocalipse 2:15-16)

Para a igreja em Sardis:

Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus. Lembre-se, portanto, do que você recebeu e ouviu; obedeça e arrependa-se. Mas se você não estiver atento, virei como um ladrão e você não saberá a que hora virei contra você. (Apocalipse 3:2-3)

Para a igreja em Laodicéia:

Conheço as suas obras, sei que você não é frio nem quente. Melhor seria que você fosse frio ou quente! 

Assim, porque você é morno, nem frio nem quente, estou a ponto de vomitá-lo da minha boca.

Você diz: Estou rico, adquiri riquezas e não preciso de nada. Não reconhece, porém, que é miserável, digno de compaixão, pobre, cego e que está nu.

Dou-lhe este aconselho: Compre de mim ouro refinado no fogo e você se tornará rico; compre roupas brancas e vista-se para cobrir a sua vergonhosa nudez; e compre colírio para ungir os seus olhos e poder enxergar. (Apocalipse 3: 15-18)

A Morte

Todas aquelas igrejas não existem mais, porém “a Igreja” como uma instituição, continuou. Em um certo momento eles pararam de viver juntos e compartilhar todas as coisas. Eles não eram mais devotos aos ensinos dos apóstolos. Eles pararam de cuidar dos órfãos e das viúvas[11]. Eles se tornaram cada vez mais emaranhados com o mundo ao seu redor[12]. Então no quarto século, o imperador romano Constantino fez do cristianismo a religião do Estado e usou sua autoridade para mudar o sábado do sétimo dia da semana para o primeiro dia – “o venerável dia do sol”, dia no qual os pagãos adoravam o deus sol.

O Sábado no sétimo dia, era para ser um sinal entre Deus e Seu povo por todas suas gerações que Ele os separou e estava santificando-os. Esse era um mandamento escrito pelo próprio dedo de Deus[13]. Então, quando a Igreja pisoteou esse sinal, eles não eram mais o pilar e suporte da verdade[14].

No curso dos primeiros três séculos depois da morte e ressureição de Cristo, o que começou com comunidades de discípulos sinceros, devotos um para o outro e para seu Salvador, se tornou uma religião mundial chamada “Cristianismo”. Nas épocas escuras em que a Igreja seguiu, empunhando o poder do estado para impor suas crenças e agenda nas massas. A história da Igreja Cristã está inundada no sangue daqueles que eles consideram hereges ou réprobos. Dê uma lida sobre o assunto. É horrível.

O anoitecer veio[15] à terra a medida que as igrejas perdiam seus candelabros, uma por uma, até que o Espírito daquele que é Verdadeiro[16] não pudesse mais ser encontrado na terra. Eles ficaram com apenas uma forma de piedade, sem o poder de cumprir o propósito profético da Nova Aliança Israel.

O Propósito do Cristianismo

Considerando todas estas coisas à luz da palavra de Deus - julgando a árvore pelo seu fruto, deve-se concluir que o propósito do cristianismo é apresentar um falso messias ao mundo, o que ele fez de forma muito eficaz nos últimos 1900 anos. Eles pregam muitos outros “Jesus” além do Verdadeiro, cujo nome realmente é Yahshua. Este não é certamente o propósito de Deus. Então, eles estão cumprindo o propósito de quem? Quem é o deus do cristianismo? A resposta pode ser encontrada em 2 Coríntios 11:13-15.

Referências

  1. ^ Eclesiastes 3:1 - Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu:
  2. ^ Lucas 9:23 - Yahshua dizia a todos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me.; 2 Coríntios 5:14-15 - Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
  3. ^ Êxodo 32:26-29 -  Então ficou em pé, à entrada do acampamento, e disse: “Quem é pelo Senhor, junte-se a mim”. Todos os levitas se juntaram a ele. Declarou-lhes também: “Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Pegue cada um sua espada, percorra o acampamento, de tenda em tenda, e mate o seu irmão, o seu amigo e o seu vizinho’”. Fizeram os levitas conforme Moisés ordenou, e naquele dia morreram cerca de três mil dentre o povo. Disse então Moisés: “Hoje vocês se consagraram ao Senhor, pois nenhum de vocês poupou o seu filho e o seu irmão, de modo que o Senhor os abençoou neste dia”.
  4. ^ Gálatas 6:16 - Paz e misericórdia estejam sobre todos os que andam conforme essa regra, e também sobre o Israel de Deus.; Efésios 2:12 -  naquela época vocês estavam sem Cristo, separados da comunidade de Israel, sendo estrangeiros quanto às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo.
  5. ^ Mateus 1:21 - Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Yahshua, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”.
  6. ^ Prefigurar - mostrar ou representar antecipadamente através de uma figura ou tipo; Prenunciar
  7. ^ Apocalipse 2:7,11,17,26 -  “Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus......"Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. O vencedor de modo algum sofrerá a segunda morte... ...“Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao vencedor darei do maná escondido. Também lhe darei uma pedra branca com um novo nome nela inscrito, conhecido apenas por aquele que o recebe... ...“Àquele que vencer e fizer a minha vontade até o fim darei autoridade sobre as nações.;  Apocalipse 3:5, 12, 21 - O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos... ...Farei do vencedor uma coluna no santuário do meu Deus, e dali ele jamais sairá. Escreverei nele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce dos céus da parte de Deus; e também escreverei nele o meu novo nome... ...Ao vencedor darei o direito de sentar-se comigo em meu trono, assim como eu também venci e sentei-me com meu Pai em seu trono.; Apocalipse 21:7 - O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus e ele será meu filho.
  8. ^ I Coríntios 1:7 -  de modo que não lhes falta nenhum dom espiritual, enquanto vocês esperam que o nosso Senhor Yahshua Messias seja revelado.; Gálatas 1:12 - Não o recebi de pessoa alguma nem me foi ele ensinado; ao contrário, eu o recebi de Yahshua Messias por revelação.; Efésios 1:17 -  Peço que o Deus de nosso Senhor Yahshua Messias, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele.; I Pedro 1:7,13 -  Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Yahshua Messias for revelado... ...Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para agir; estejam alertas e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Yahshua Messias for revelado.
  9. ^ Mateus 6:23 - Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!
  10. ^ Isaías 49:6,7 - ele diz: “Para você é coisa pequena demais ser meu servo para restaurar as tribos de Jacó e trazer de volta aqueles de Israel que eu guardei. Também farei de você uma luz  para os gentios, para que você leve a minha salvação até os confins da terra”.; Atos 26:6,7 - Agora, estou sendo julgado por causa da minha esperança no que Deus prometeu aos nossos antepassados. Esta é a promessa que as nossas doze tribos esperam que se cumpra, cultuando a Deus com fervor, dia e noite. É por causa desta esperança, ó rei, que estou sendo acusado pelos judeus.; Tiago 1:1 - Tiago, servo de Deus e do Senhor Yahshua Messias, às doze tribos dispersas entre as nações: Saudações.; Apocalipse 7:4-8 - Então ouvi o número dos que foram selados: cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos de Israel. Da tribo de Judá foram selados doze mil, da tribo de Rúben, doze mil, da tribo de Gade, doze mil, da tribo de Aser, doze mil, da tribo de Naftali, doze mil, da tribo de Manassés, doze mil, da tribo de Simeão, doze mil, da tribo de Levi, doze mil, da tribo de Issacar, doze mil, da tribo de Zebulom, doze mil, da tribo de José, doze mil, da tribo de Benjamim, doze mil.; Apocalipse  21:2,9,12 - Vi a Cidade Santa, a nova Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido... ...Um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas aproximou-se e me disse: “Venha, eu lhe mostrarei a noiva, a esposa do Cordeiro”... ...Tinha um grande e alto muro com doze portas e doze anjos junto às portas. Nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel.
  11. ^ Tiago 1:27 - A religião que Deus, o nosso Pai, aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.
  12. ^ 1 João 2:15-17 -  Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
  13. ^ Êxodo 31:12-18 - Disse ainda Yahweh a Moisés: “Diga aos israelitas que guardem os meus sábados. Isso será um sinal entre mim e vocês, geração após geração, a fim de que saibam que eu sou Yahweh, que os santifica.“Guardem o sábado, pois para vocês é santo. Aquele que o profanar terá que ser executado; quem fizer algum trabalho nesse dia será eliminado do meio do seu povo. Em seis dias qualquer trabalho poderá ser feito, mas o sétimo dia é o sábado, o dia de descanso, consagrado a Yahweh. Quem fizer algum trabalho no sábado terá que ser executado. Os israelitas terão que guardar o sábado, eles e os seus descendentes, como uma aliança perpétua. Isso será um sinal perpétuo entre mim e os israelitas, pois em seis dias Yahweh fez os céus e a terra, e no sétimo dia ele não trabalhou e descansou”.  Quando Yahweh terminou de falar com Moisés no monte Sinai, deu-lhe as duas tábuas da aliança, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.
  14. ^ 1 Timóteo 3:15 - mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem comportar-se na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade.
  15. ^ João 9:4,5 - Enquanto é dia, precisamos realizar a obra daquele que me enviou. A noite se aproxima, quando ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo”.
  16. ^ 1 João 5:18, 20 -  Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus a si mesmo se protege, e o Maligno não o atinge... ... Sabemos também que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento, para que conheçamos aquele que é o Verdadeiro. E nós estamos naquele que é o Verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

Leia Mais:

Quem Vai Fazer o Papel... ?

No palco, existem atores com partes a serem desempenhadas, Existem cenas com sinais e prodígios exibidos. Cada parte tem seu propósito na mensagem transmitida. Todos devem fazer sua parte. As luzes diminuem para o enredo se desenrolar, Pois...

Leia Mais

Por Que Existem 45.000 Denominações Cristãs?

De acordo com um relatório publicado pelo Centro de Estudo do Cristianismo Global, no Seminário Teológico Gordon-Conwell, em meados de 2015 havia mais de 45.000 denominações...

Leia Mais